Dica de livro: O cérebro ansioso

12 de agosto de 2021 0 Por curacionemocional
o-cerebro-ansioso

Olá olá! Hoje vou fugir um pouco do estilo de post do blog para dar uma dica de livro sobre ansiedade. Recomendo “O cérebro Ansioso“, lançado em 2018 pela Editora Alaúde. O autor é o médico neurologista Leandro Teles, formado em Medicina pela USP e com especialização no Hospital das Clínicas da USP. Leandro também é autor de outros três livros:

  • ANTES QUE EU ME ESQUEÇA (2016) – Editora Alaúde
  • DEPRESSÃO NÃO É FRAQUEZA (2019) – Editora Alaúde
  • OS NOVOS DESAFIOS DO CÉREBRO (2020) – Editora Alaúde

Sinopse do livro

Quão ansioso você é? O cérebro ansioso convida o leitor para um passeio pela mente humana, explicando os conceitos por trás dos transtornos de ansiedade, que atrapalham a vida de milhares de pessoas. Você vai descobrir que a ansiedade na verdade é um sistema criado para garantir a sobrevivência da espécie e entender qual o limite entre uma ansiedade saudável e início da doença.

Também são abordados os principais sintomas e manifestações da ansiedade, os fatores que mais contribuem para seu desenvolvimento, os tratamentos médicos disponíveis até ferramentas de gerenciamento da ansiedade, tudo isso com a linguagem dinâmica, informal e informativa do doutor Leandro.

Ansiedade normal x patológica

O autor começa o livro explicando o que é a ansiedade e por que ela é benéfica quando contextual, proporcional e direcionada. É o que sentimos quando estamos na véspera de uma entrevista de emprego, no primeiro encontro com um crush do Tinder ou dentro do avião para a primeira viagem internacional. Tudo isso gera ansiedade e nos coloca em estado de alerta, prontos para uma resposta de luta ou fuga diante de um risco, uma ameaça.

Essa reação gera mudanças físicas, emocionais e cognitivas, mas desaparecem à medida em que o risco vai embora. Essa é a chamada ansiedade do bem. Além dela, que é uma sensação normal, existem formas patológicas de ansiedade, os chamados transtornos de ansiedade, que são frequentes e prejudiciais. Esses transtornos geram sintomas físicos, emocionais e cognitivos que se manifestam de maneira proporcional ao risco, gerando sofrimento e impactando a qualidade de vida do indivíduo. Essa é a ansiedade do mal, como a síndrome do pânico por exemplo.

Ao longo do livro, o médico ensina a reconhecer os sinais de um transtorno ansioso e explica como é feito o tratamento, que depende de caso para caso. Se o problema for grave, é necessário combinar a medicação com a psicoterapia para que os resultados sejam efetivos.

Sempre procurar ajuda

Se você sofre de ansiedade, procure um médico. Pode ser um clínico geral ou um psiquiatra. O profissional irá investigar a sua condição de saúde até chegar no diagnóstico adequado e na indicação de tratamento – que muitas vezes é interrompido pelo paciente SEM orientação médica, o que é completamente errado. O chamado “desmame” ou retirada gradual da medicação deve ser acompanhado pelo médico, para evitar que outros sintomas apareçam como consequência da abstinência.

Portanto, sempre procure um profissional ESPECIALIZADO para conduzir o seu tratamento, não recorra à automedicação e nem vá pelo palpite dos outros que já passaram pela mesma situação. Cada caso é um caso – lembre-se disso.

Se você não tem certeza se a sua ansiedade é normal ou patológica, procure um psicólogo. Há várias plataformas que prestam atendimento online a um preço acessível e horários flexíveis, inclusive à noite. Eu recomendo que você recorra à terapia online, mesmo como um primeiro passo para cuidar do seu emocional. Sua saúde importa. Cuide-se.